Westvleteren
BE Westvleteren

Quando se começa a busca por informações sobre as cervejas belgas, é impossível não se deparar com as cervejas trapistas.

Trapistas são cervejas fabricadas somente dentro de mosteiros, com a produção controlada totalmente por monges e com o comprometimento de utilizar os lucros inteiramente na manutenção da abadia ou em projetos sociais na comunidade local.

No momento existe 11 mosteiros no mundo aprovados pela Associação Trapista Internacional (ITA):  6 estão na Bélgica, 2 na Holanda, e 1 na Franca, 1 na Áustria e 1 nos Estados Unidos.

A trapistas mais difícil de ser degustada e  sempre presente nas premiações de cervejas mundiais é a Westvleteren, produzida dentro da Abadia de Saint Sixtus desde 1838. 

Eleita por muitos a melhor cerveja do mundo, a Westvleteren 12 é um dos principais mitos entre as cervejas belgas, pela sua qualidade e pela sua produção extremamente limitada (1.600 hectolitros por ano).  Um produto raro, que pode ser apreciado somente perto de sua produção ou se você for um amante de cerveja muito paciente e organizado.

Compras são feitas somente através do telefone.  Pedidos são feitos com duas semanas de antecedência durante uma janela de 3 horas apenas.  O pedido é limitado a duas caixas de 24 cervejas e só pode ser repetido apenas 60 dias depois. 

O controle é rigoroso:  o mosteiro controla o número do telefone, e-mail e a placa do carro do comprador para garantir que o maior número de pessoas possa apreciar o produto.

Se você não conseguir comprar ainda sim é possível degustar.  Basta ir ate o café em frente da abadia, que fica cerca de uma hora de Bruxelas.

Teoricamente ninguém mais pode revender a cerveja, mas você acaba encontrando algumas garrafas em lojas por Bruxelas, ou em bares específicos com grandes menus de degustação.

Todo o mito sob esta cerveja é compreensível uma vez que você a toma.  Realmente é uma cerveja impressionante.  

Westvleteren 12 é uma cerveja forte, com mais de 10% de teor alcoólico, com uma cor espetacularmente escura e um gosto adocicado no ponto, deixando um leve aroma caramelizado no gosto residual na boca.  Especial seria a melhor palavra para descrever a cerveja.

A abadia ainda produz duas outras cervejas.

A Westvleteren Blonde, com 5,8% de teor alcoólico, é a mais leve do trio e traz o gosto forte e amargo do lúpulo, com notas cítricas e levemente picantes.

Já a Westvleteren Bruin 8 é mais escura, com uma cor marro, como chocolate.  Com 10,2% de álcool, ela possui uma bela espuma, um aroma adocicado e o sabor bem característico do lúpulo, mas equilibrado com o sabor do malte.

Vale a pena colocar estas cervejas na sua lista, mesmo que sejam muito difíceis de serem encontradas fora da Bélgica.

Realmente uma experiência única!  

0
commentaire:
Cervejarias

Totally Beer - contato@totallybeer.com.br -