Copos de Cerveja
Antigamente era muito comum beber cerveja em canecas de cerâmica.
Mas a partir do século XVIII, com a popularização do vidro e do cristal, os apreciadores adotaram taças e copos mais finos.
As cervejarias buscam determinar um tipo de copo para cada marca e estilo utilizando o melhor design para expor e valorizar as principais características de cada cerveja e garantindo o máximo prazer na degustação.
O material, o peso, a espessura da borda e da parede, o formato e a transparência são fundamentais neste processo.

Footed Glass (Pokal)
Copo comum no mundo cervejeiro, pode ser usado para vários estilos porque valoriza a cor da bebida e, devido a diminuição do diâmetro na altura da boca, retém os aromas mais delicados. Indicado para cervejas com grande volume de espuma.

Cálice (Goblet)
Normalmente, um copo trabalhado, ornamentado, com haste. Existem muitos modelos, mas os principais são:
Bolleke: uma versão bastante rebuscada com uma boca bem larga para valorizar os aromas, indicado para as cervejas de abadia.
Trapista: boca mais larga e mais raso, são inspirados nas taças de champanhe clássicas. Utilizado pelos mosteiros para as cervejas trapistas.

Tulipa
O nome se deve a semelhança do copo com o formato da flor.
Ele é similar ao Footed Glass, mas tem uma curva extra para fora, permitindo a expansão dos aromas.
Indicado para as cervejas Bock, Belgian & French Ale e Sour Ale.

Flute
Formato longilíneo, lembrando uma flauta. 
Um copo muito utilizado pelos vinhos espumantes. Indicado para cervejas que passam pelo processo de champenoise, por fazer com que a espuma não se dissipe rapidamente.

Caldereta (Shaker)
O copo padrão das micro cervejarias nos Estados Unidos e também muito popular no Brasil.
O formato favorece a percepção da cor da cerveja, sua espuma e aromas.
Um copo muito flexível: pode ser usado para vários estilos de cerveja, mas indicado principalmente para English Ales, American Ales, e IPAs.

Americano
O modelo de copo de cerveja mais popular no Brasil, por ser robusto e barato.
Apesar de ser produzido por uma empresa brasileira, o seu nome vem do fato de que os primeiros moldes para a produção foram desenvolvidos nos Estados Unidos.
Ideal para cervejas leves, como Lagers.

Pint
Copo que representa uma unidade de medida, que pode variar de acordo com a região do mundo: 473ml nos Estados Unidos e 568ml na Inglaterra.
Por ser muito utilizado nestes países, se transformou em um sinônimo de cerveja no bares americanos e pub ingleses.
Indicado para Ales, Bitter e Stouts inglesas.

Willybecher
Considerado o copo padrão da região da Baviera, na Alemanha, possui cintura fina e boca convexa.
Indicado para Pilsen, Vienna Lager, Rauchbier e Helles.

Stange (Collins)
Copo típico do norte da Alemanha.
O nome significa vareta.
Indicado para os estilos Kolsch e Altbier.

Lager
Muito popular no Brasil por ser ideal para apreciar a clareza das cervejas mais consumidas no país.
Muito ligado também ao chope.
Como o copo é mais largo que a base, e a boca levemente fechada, a espuma tende a se manter por mais tempo.

Weizen
Copo específico para o consumo de cervejas de trigo alemães, feito para destacar a abundante espuma da bebida e seu aroma especial e característico.
Sempre possui capacidade para conter o liquido de uma garrafa de 500ml e sua espuma.

Mug
A caneca foi a primeira opção no mundo para o consumo de cerveja.
Alguns modelos chegam a ter capacidade para 1 litro de cerveja.
São muito utilizadas na Europa como referência a tradição local.
Muito populares em festas tradicionais, como a Oktoberfest.

Conhaque (Snifter)
Desenhados para capturar aromas, permitindo o movimento rotativo do líquido sem o risco de transbordar.
Este estilo de copo é indicado para cervejas fortes, como: Barley Wines, Eisbock e Imperial Stout
0
commentaire:
Universo Cerveja

Totally Beer - contato@totallybeer.com.br -