Re-fermentação
BE Garrafa refermentacao

Re-fermentação, fermentação na garrafa ou fermentação secundária é frequentemente usada em um grande número de cervejas belgas. Alemães e britânicos têm algumas cervejas que também utilizam esta técnica. E há um número crescente de cervejas em todo o mundo, especialmente no América do Norte, usando este processo.

Ele preserva a frescura e cria sabores distintos, que podem ser muito complexos, normalmente com notas florais, e às vezes bem fortes.

Cada país refere-se a esta técnica com a sua própria expressão: o mundo de fala Inglês geralmente usa o termo ‘Bottle-conditioned’, os belgas se referem como "Heigst nos fles ou Refermentée en bouteille , que significa refermentação na garrafa.

Há algumas maneiras de criar a fermentação secundária. A técnica mais simples é engarrafar a bebida não filtrada. Pode parecer simples, mas para encontrar a quantidade exata de fermento na garrafa requer uma grande habilidade.

Se muita levedura permanece na garrafa, a fermentação pode ser intensa demais e, em casos extremos, a garrafa pode explodir. E se não houver volume suficiente de açúcar, o fermento pode morrer e deixar um sabor desagradável.

Outra maneira é fazer com que a bebida descanse em um tanque e decantar a cerveja; deixando uma grande parte da levedura de fora. Outros preferem centrifugar a bebida.

Uma terceira opção é a de filtrar a bebida, e em seguida, adicionar uma quantidade medida de levedura fresca.

Alguns fabricantes usam o mesmo fermento para ambas as etapas de fermentação, mas outros preferem tipos diferentes. Em geral, os cervejeiros escolhem um fermento diferente, que se adapte melhor a este novo ambiente: um organismo que pode se compactar, para evitar nebulosidade, pode funcionar bem em um espaço menor, com menos oxigênio e inibida pelo álcool.

Na maioria das cervejarias comerciais, a fermentação na garrafa saiu de moda porque é cara e mais complexa para se replicar em uma linha de produção e muito difícil de controlar. Então, elas preferem filtrar e pasteurizar as suas cervejas.

Por causa disso, os consumidores se acostumaram à um líquido brilhante e claro, quase como uma cerveja. Mas cervejeiros belgas seguem produzindo como nos velhos tempos, portanto os consumidores e bartenders sabem como servir e beber estas cervejas.

Enquanto cervejas refermentadas na garrafa como a Bélgica Witbier (Blanche, na França e na Suíça) são normalmente derramadas com a levedura em suspensão, lambics e outros estilos são servidos mais suavemente, como se estivessem sendo decantadas, de modo que o sedimento seja deixado para trás.

Então agora você sabe!

Deguste!

0
commentaire:
Universo Cerveja

Totally Beer - contato@totallybeer.com.br -