25 Melhores de 2014 - Revista Draft
BE Capa Draft

A revista Draft, uma das melhores revistas do mundo da cerveja artesanal, publicou sua lista das melhores cervejas em 2014.

A lista consiste nas 25 melhores cervejas que atingiram as prateleiras neste ano.

A lista de 2014 (a sexta publicada até agora) mostra as novas tendências do mercado. Inovação é a palavra que vem à mente para descrever o ano! Vimos a criatividade em todos os aspectos, da fabricação de cerveja, desde o processo até os ingredientes.

Inovação quando alguns fabricantes de cerveja encontram o próximo grande novo ingrediente, ou mesmo quando eles pesquisam o passado para introduzir novas idéias para os bebedores.

Você vai ver outra tendência do mercado aqui: um monte de cerveja envelhecida em barril. Parece que as cervejas envelhecidas são a jóia do momento no mercado americano.

Aqui estão alguns fatos interessantes:

A maioria das grandes cervejarias artesanais americanas não estão na lista;

Um cervejaria brasileira, Cervejaria Wals, lançou seus produtos em os EUA é parte da lista este ano.

Infelizmente algumas destas cervejas estão disponíveis apenas em alguns estados em os EUA, e algumas são limitadas, tornando a sua vida muito difícil, se você quiser prová-las!


Carhartt Woodsman
Cervejaria: New Holland
Estilo da Cerveja: Wood-aged beer

Uma pale ale envelhecido em barril de madeira, com 4,4%.
Lúpulo Cascade vindo de Michigan encharcam o gole com notas cítricas que começa frutado e vira floral perto do fim, onde o carvalho se mostra até terminar com notas de madeira fresca da serraria.

Oud Bruin
Cervejaria: New Glarus
Estilo da Cerveja: Oud Bruin

Fabricada na tradição oud Bruin (ou Flanders brown), é um exemplo magistral do estilo belga Age-old. Um delicado equilíbrio de açúcar mascavo doce e cerejas, com um pouco acidez, enquanto as notas de malte torrado, carvalho e couro adicionam uma rica complexidade à cada gole.

Home, Sour Home
Cervejaria: The Rare Barrel
Estilo da Cerveja: Wood-aged beer

Complexa receita, que inclui Brettanomyces, Lactobacillus, pêssegos, especiarias e envelhecimento em barril-o simples.
O resultado é uma comprovação da qualidade da fabricação e misturas desta cervejaria: maltes p levam aromas de canela, pêssego ligeiramente ácido ao longo de um gole que tem o gosto de sobremesa.

Saison du Blé Batch 2
Cervejaria: Side Project
Estilo de Cerveja: Wood-aged beer

Durante o dia, Cory King é o mestre cervejeiro da Perennial Artisan Ales, e nas noites e fins de semana, ele fabrica na mesma cervejaria a sua própria linha, Side Project, dedicada à cerveja envelhecida em barril.
Uma bela saison de trigo com Brettanomyces e Lactobacillus, com 6%, envelhecido em barris de chardonnay. Sobre a língua, esta complexa cerveja começa notas firmes e azedas, antes de uma enxurrada de notas cítricas, incluindo pêra parecida com chardonnay, geléia de laranja e grapefruit rosa; trigo mole mantém a rodada sabor enquanto acidez acentuada equilibra a doçura.

The Kimmie, The Yink and the Holy Gose
Brewery: Anderson Vale
Estilo Beer: Gose

O estilo alemão Gose foi uma das tendências de 2014. Esta cerveja exibe os atributos galáticos do estilo: cintilante limão na frente, uma mordida limpa e ácida na parte de trás, e notas salgadas persistentes e sutis no dim.

Xocoveza Mocha Stout
Cervejaria: Stone, Cervezeria Insurgente & Chris Banker
Estilo da Cerveja: Spice / Herb beer

Esta cerveja é a vencedora da competição de cervejeiros caseiros da Stone.
A receita imaginativa de Chris Banker - uma stout feita com cacau, café, pimentas secas, baunilha, canela e noz-moscada - foi produzida de forma colaborativa pela Stone e Cervezeria Insurgente.
É uma cerveja de sobremesa cremosa, complexa, belamente orquestrada: café canela-salpicado começa a cerveja com o pé direito, com o cacau e baunilha adoçando cada gole sedoso.
Pimenta e canela terminam as notas no paladar, completados por notas de espresso torrado para um final longo e seco.

Lunch
Cervejaria: Maine Beer Co.
Estilo da Cerveja: IPA

As IPAs deste ano refletiram mais na tendência dos sabores suculentos do lúpulo, menos no caminho do amargor característico na lingua.
Esta é, simplesmente, um exemplo estelar das IPAs de hoje. A sensação cremosa na boca carrega uma bela almofada de sabor malte caramelo; lúpulo saborosos saltam da língua, mesmo com voltas de pinho fresco, abacaxi, damasco e cascas de toranja. A amargura sussurra através do gole para secar a boca, mas não ficar muito tempo.

Feral One
Cervejaria: Firestone-Walker
Estilo da Cerveja: American Wild ale

Considerada a Wild Ale mais multifacetada de 2014, esta cerveja foi fabricada com Lactobacillus azedos e duas linhagens de Brettanomyces e envelhecida em barris de carvalho americano e francês. O que emergiu é uma poção ostentando camadas de feno e de curral que ancoraram no surpreendente morango, na tangerina e no sutil sabor frutado de vinho branco.

Tropic King Peach Whiskey Aged
Cervejaria: Funkwerks
Estilo da cerveja: Wood-aged beer

A Tropic King, lançada em 2011, envelhecida em barris de uísque de pêssego, criando um impressionante e criativo emparelhamento lúpulo - barril. As notas de mamão, goiaba e laranja do lúpulo combinam perfeitamente com notas de floral, carvalho e toques de pêssego para um gole adocicado que não tem gosto de whisky envelhecido; vai mais para o lado de um vinho branco frutado.

Southern Cape Sparkling Ale
Cervejaria: Summit
Estilo da Cerveja: Australian Sparkling ale

Esta cerveja não é somente a mais carbonatada e a mais frutado do ano, mas é também uma introdução ao extremamente raro lúpulo Passion Southern da África do Sul, que dá notas de frutos silvestres, limão, pêssego e abacaxi. O estilo de cerveja é raro, mas esta delicada execução provavelmente vai inspirar os cervejeiros de experimentá-lo.

Daliesque 2011
Cervejaria: Oceanside Ale Works
Estilo da Cerveja: Lambic

Fabricada em 2011, mas guardada até este ano, esta lambic conta apenas com barris de Riesling de Johannesburgo para notas de madeira e melão que atravessam as notas de trigo e a cremosidade láctica.

Lulu
Cervejaria: Double Mountain
Estilo da cerveja: Spice beer

Lulu é um dos exemplos mais delicados da mania de se colocar hibisco na cerveja, e a prova de que uma saison é o veículo perfeito para as flores: notas botânicas suaves e de pêssego adocicado caracterizam um sabor de feno rústico; uma mordida de pimenta inicia cada belo gole desta cerveja comemorativa.

Tinder
Cervejaria: Uinta
Estilo da cerveja: Rauchbier

A versão americana do clássico estilo alemão de Bamberg. Mas onde a maioria das rauchbiers distorce para notas de bacon, Tinder equilibra uniformemente o defumado e amadeirado de uma lareira com doçura do pão para uma cerveja sedutora que não provoca fadiga do seu paladar.

Salted Caramel Stout
Cervejaria: Breakside
Estilo da cerveja: Specialty beer

Uma colaboração entre Breakside e a amada sorveteria Salt & Straw de Portland.
Uma pitada de sal marinho e uma dose de caramelo caseiro foram para na cerveja, misturando-se com a rica stout, usada de base para um gole doce, salgado e defumado que aponta para o salgado, mas com um belo acabamento de marshmallow assado.

Aurora
Cervejaria: Night Shift
Estilo da cerveja: Specialty beer

Uma Wild Ale com dry-hopping de uma variedade exotica do lúpulo Nelson Sauvin da Nova Zelândia.
Uma mistura das notas do lúpulo de eucalipto, limão e uvas brancas e as especiarias rústicas de uma ale similar a uma saison, grãos e leve o funk criado uma sinfonia de sabores harmoniosos.

What is the New Hops
Cervejaria: Mikkeller & Grassroots
Estilo da cerveja: Wood-aged beer

Uma colaboração entre a Mikkeller e a cervejaria Grassroots Brewing.
Uma versão envelhecida em barril da colaboração de 2012.
As notas de chardonnay envelhecido se encontram com o limão brilhante, noas de feno rústico e gramínea fresca.
Alguns dizem que ela é o que uma Saison DuPont seria, se fosse envelhecida em barris de vinho.

Evolver IPA
Cervejaria: The Wild Beer Co.
Estilo da cerveja: Specialty Beer

Uma IPA trabalhada por um britânico e um expatriado americano na Inglaterra.
Um aroma de limão ensolarado, pinho úmido e curral cumprimentam o nariz; maltes com notas de pão e feno flutuam em uma mistura de limão, jasmim e pinheiros através da língua enquanto as notas de curral emprestam equilíbrio para cada gole.

North Country Brunette
Cervejaria: August Schell
Estilo da cerveja: Berliner Weisse

Märzen weisse, uma mistura há muito esquecida de Berliner Weisse e Märzen que antecede a Segunda Guerra Mundial. Uma delicada ale-lager com uma fermentação de Brettanomyces e um período de envelhecimento dentro de tanques de madeira cipestre de 1936. Justa, maltes tostados equilibram a acidez citrina para um gole cremoso e acido, diferente de tudo ao redor.

Carry On Citrus Ale
Cervejaria: Golden Road
Estilo da cerveja: Fruit beer

Fabricada com laranjas com um paladar amargo, com notas de limão, chamadas SoCal.
Fabricada exclusivamente para alguns estados e aeroportos regionais em todo o país.

Serenity
Cervejaria: Wicked Weed
Estilo da cerveja: American Wild ale

Esta cerveja é a primiera nota 100 da revista Draft. Carbonatação efervescente com notas de limão, groselha e pêssego, complementado por uma mordida de leve.

Easy Swinger
Cervejaria: Trinity
Estilo da cerveja: Specialty beer

Easy Swinger foi a campeã da série de cervejas Red Swingline (que iniciou com uma sour ale bem lupada, que esteve na lista de 2013), uma prova de como muitas tendências uma única cerveja pode englobar em uma leve receita de 4,1% .
Uma IPA envelhecida em barris de vinho fabricada com raspas de tangerina.
Um bom harmonização dos sabores tropicais com a tangerina; as notas de campo e de madeira ressaltam o gole borbulhante.

Belô Ipê Brazillian Quadrupel
Cervejaria: Wals
Estilo da cerveja: Belgian Specialty ale

A cervejaria brasileira Wals fez o impensável: ganhou duas medalhas na Copa do Mundo de Cervejas em categorias de cervejas belgas, batendo todas as cervejeiras do país. Uma dessas cervejas foi a Belô Ipê, um quadruppel envelhecida com lascas de madeira encharcadas de cachaça.
Um gole super suave carrega notas de uvas passas, maltes torrados resistentes, pimenta, e uma pitada de cachaça picante, criando um spin brasileiro sutil sobre um estilo do Velho Mundo.

Trappist Ale
Cervejaria: Spencer Brewery
Estilo da cerveja: Patersbier

A cervejaria Spencer é a primeira cervejaria trapista nos Estados Unidos, e apenas o 10º no mundo todo.
A primeira cerveja de abadia de Massachusetts de St. Joseph. veio na forma de uma patersbier de estilo belga. Uma ale com baixo teor alcoólico (6,5% ABV), semelhante a uma loira belga.
Tradicionalmente fabricada exclusivamente para os monges, o estilo é raramente disponível para o público.
Esta cerveja é sutil nas notas de banana, cravo e menta e marca uma lavagem de maltes suaves, para um gole elegante.

Maple Bacon Coffee Porter
Cervejaria: Funky Buddha
Estilo da cerveja: Specialty beer

Esta cerveja começa com forte sabor do café torrado antes das notas doces da panqueca doce chegue no centro do gole. Bacon defumado a arredonda para tudo o que você poderia querer em sua língua de manhã, expressada e envolta em seda líquida de uma das mais suaves porters que já tivemos o prazer de degustar.

0
commentaire:
Notícias

Totally Beer - contato@totallybeer.com.br -